logo RCN
Julgamento

Daniel Alves será julgado por agressão sexual na Espanha

  • Créditos: Ulises Ruiz / AFP -

A Justiça da Catalunha confirmou ao site ge que encerrou a investigação sobre a denúncia de agressão sexual contra o jogador brasileiro Daniel Alves, que irá a julgamento.

Segundo as autoridades, há indícios de que ele possa ter cometido o crime contra uma mulher de 23 anos no dia 30 de dezembro do ano anterior, em Barcelona.

Com a investigação concluída, Daniel Alves foi intimado a comparecer perante a juíza Concepción Cantón na próxima quarta-feira, 2.

Durante a audiência, o jogador será informado dos trâmites legais do julgamento e terá a última oportunidade de se manifestar perante a magistrada.

A Justiça determinou que, caso seja condenado, o atleta deverá pagar € 150 mil (cerca de R$ 783 mil) à vítima, como compensação pelos danos morais e psicológicos causados.

Desde janeiro, Daniel Alves está em prisão preventiva nos arredores de Barcelona, após ter tido três pedidos de liberdade negados.

Os próximos passos do processo envolvem a manifestação da promotoria, que irá peticionar a pena a ser cumprida caso o jogador seja condenado.

Além disso, a defesa de Daniel Alves também pedirá sua absolvição.

Essas manifestações são consideradas protocolares e precisam ser oficializadas.

De acordo com a imprensa espanhola, a acusação deve pleitear uma pena de 10 anos de prisão para o jogador.

A data exata do julgamento ainda não foi marcada, mas a previsão é que ocorra entre o final de 2023 e o início de 2024.


Entenda a acusação contra Daniel Alves

A denunciante relatou à Justiça que, no dia 30 de dezembro de 2022, estava em uma boate em Barcelona quando foi convidada para a área VIP, onde encontrou Daniel Alves.

Segundo os relatos, eles dançaram juntos até que o jogador teria tentado manter contato sexual com a vítima.

Posteriormente, a mulher teria sido levada a um banheiro, onde ocorreu a agressão sexual.

O lateral nega ter cometido o crime, mas seu DNA foi encontrado nos exames feitos pela moça.

Desde o início, a juíza do caso afirmou que “há provas suficientes” para a condenação do jogador.

Francês conhecido por escalar prédios morre após cair do 68º andar em Hong Kong Anterior

Francês conhecido por escalar prédios morre após cair do 68º andar em Hong Kong

Guarda Costeira dos EUA diz que submarino implodiu e todos morreram Próximo

Guarda Costeira dos EUA diz que submarino implodiu e todos morreram

Deixe seu comentário