logo RCN
Onça

Biólogos esclarecem verdade sobre vídeo de suposto ataque de onça em SC

  • Mulher aparece no vídeo com cortes profudos. – Foto: Internet -

O vídeo de um suposto ataque de onça no interior de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, viralizou na internet nas últimas semanas e chegou a causar espanto. O registro mostra uma mulher com graves cortes após supostamente ter sido atacada pelo felino. Mas será que existe onça na região? E o ataque, foi real?

A informação começou a viralizar em Chapecó após o vídeo circular em grupos de WhatsApp acompanhado de um áudio alegando que o registro seria do ataque de uma onça-preta contra uma mulher que morava na linha São Vendelino.

Porém, antes disso, o vídeo também circulou em outros municípios da região Extremo-Oeste, como foi o caso de São José do Cedro.

Lá, a informação dizia se tratar de ataque de uma onça-pintada. O mesmo teria acontecido em cidades do Paraná.

O biólogo e doutor em biologia Jackson Preuss explica a verdade por trás do vídeo.

Segundo ele, na verdade, se trata de fake news. Uma vez que as imagens da mulher ensanguentada e com cortes profundos teriam sido gravadas na região de Maria do Sul, no Pará, e não representaria o ataque deste felino


Qual a verdade por trás do vídeo?

As imagens verdadeiras se referem a uma mulher que teria sido atacada pelo filho após uma briga devido ao sumiço de um gato, no mês de fevereiro.

O filho acabou ferindo a mulher com material cortante e acabou preso. O caso aconteceu no estado do Pará.

“As pessoas se aproveitaram do vídeo e construíram uma história de uma onça que teria atacado a mulher. Porém, o primeiro ponto a se levar em consideração é que não existe registro deste felino na região desde a década de 80”, comenta o biólogo.


Onça ataca?

O sargento da Polícia Militar Ambiental e também biólogo, Luciano Bergonzi, destaca que no vídeo é possível ver que as marcas deixadas na mulher não são de unhas de felino.

“O ataque de um felino não retalharia a vítima daquela maneira. O ataque acontece diretamente no pescoço da presa, justamente para sufocar e provocar a morte o mais rápido possível e logo ser consumido. Além disso, o ser humano não está na lista de presas dos felinos”, observa.


Existe onça em SC?

Segundo o sargento, a única onça existente na região oeste de Santa Catarina é a onça-parda, também conhecida como puma ou leão-baio.u

“São encontradas única e exclusivamente próximo a unidades de conservação ou em áreas de bastante mata, haja visto que precisam de áreas grandes porque provocam deslocamentos significativos e, por isso, precisam de unidades de conservação grande para conseguir sobreviver”, esclarece.

Bergonzi salienta, ainda, que a onça-parda e a onça-pintada, ou preta, possuem uma grande diferença de tamanho. “Onça-parda atinge no máximo 70 kg, enquanto a pintada pode chegar a 150 kg”.

“Portanto, fica claro que as informações que circularam nas redes sociais são fake news. Não é fato que tenham ocorrido na nossa região”, finaliza.

Via ND+

Defesa Civil e PRF levarão comida aos afetados pelo deslizamento após 72 horas de espera no Morro dos Cavalos Anterior

Defesa Civil e PRF levarão comida aos afetados pelo deslizamento após 72 horas de espera no Morro dos Cavalos

Sem previsão de término, reparos na pista do Morro dos Cavalos começam após desmoronamento Próximo

Sem previsão de término, reparos na pista do Morro dos Cavalos começam após desmoronamento

Deixe seu comentário