logo RCN
Chuva

Defesa Civil de Rio do Sul atualiza informações da enchente

A Defesa Civil de Rio do Sul segue de plantão acompanhando o nível do Rio Itajaí-Açu e das barragens Sul e Oeste, de Ituporanga e Taió. O órgão trabalha em emergência por conta de nova enchente que atinge a cidade. O ápice do nível do rio foi de 7,39 metros, por volta das 4h da manhã desta segunda-feira (8). O total de chuva na cidade foi de 70,8 milímetros, mas há cidades acima da bacia do rio Itajaí-Açu com cerca de 130 milímetros acumulados, como Mirim Doce e Ituporanga.

O diretor interino da Defesa Civil de Rio do Sul, James Rides da Silva, informou que a situação na cidade é tranquila, com previsão sem chuva forte para hoje, mas que a situação recomenda cuidados. “Vamos acompanhar as previsões emitidas pela Defesa Civil Estadual e avaliar a situação em Rio do Sul. São poucos registros de ruas com alagamento, mas como temos indicação de mais chuva, manteremos a cota de 8 metros por prudência”, comentou.

Não há registros de deslizamentos de terra ou problemas relacionados à chuva em Rio do Sul nas últimas 48 horas.

A barragem de Taió permanece com todas as sete comportas fechadas. Em Ituporanga, a estrutura tem 3 comportas abertas e duas fechadas, já que a estrutura está em manutenção.


Ruas interditadas

A Rua Wenceslau Borini, na região da ponte do ribeirão Canoas, também conhecida como “ponte da Ximbica”, continua com água sobre a pista e a passagem de veículos interditada. Os motoristas devem utilizar desvios.

A Rua Pedro Avelino, que liga o Bairro Barra do Trombudo até a BR-470 no trevo de acesso a Laurentino, tem uma lâmina de água sobre a pista na manhã de hoje. A Guarda Municipal acompanha o local e indica que os motoristas procurem caminhos alternativos.


Abrigos abertos para receber moradores

Três abrigos em Rio do Sul estão abertos e atendendo moradores que precisaram sair de casa de forma preventiva, sendo dois no bairro Bela Aliança e um no bairro Taboão. Na atualização na manhã desta segunda-feira (8), 63 pessoas de 15 famílias. A Secretaria de Assistência Social faz o acompanhamento das famílias, disponibilizando kits de limpeza para uso no local.

A orientação para estas pessoas é que aguardem nova ordem da Defesa Civil para o retorno, já que há previsão de chuva persiste para esta semana.

A solicitação de abrigos deve ser feita sempre para a Defesa Civil, pelo telefone 199. Assim é possível fazer o gerenciamento da quantidade de pessoas e equipamentos para serem levados aos locais.

A Defesa Civil recomenda que o morador não deixe animais domésticos sozinhos nas residências, mas que, se possível, encaminhe o animal para a casa de algum conhecido que esteja fora de risco. Animais dentro dos abrigos não são permitidos, mas podem ficar em áreas fora dos alojamentos.

A orientação ainda é que o morador leve consigo medicamentos ou receitas médicas para evitar interrupção de tratamentos ou dúvidas em atendimentos médicos posteriores à saída. (Ascom Rio do Sul)


Locais abertos e recebendo pessoas e móveis

  • Salão da comunidade católica do bairro Bela Aliança – Capela São Sebastião
  • Salão da Sociedade Atiradores Bela Aliança, no bairro Bela Aliança
  • Salão da comunidade Nossa Senhora do Rosário, no Taboão

Rua Pedro Avelino, Barra do Trombudo – Foto/crédito: GMRSL
Rua Pedro Avelino, Barra do Trombudo – Foto/crédito: GMRSL



Cadeia produtiva da cebola da microrregião de Ituporanga é homenageada pela Alesc Anterior

Cadeia produtiva da cebola da microrregião de Ituporanga é homenageada pela Alesc

Mirim Doce registrou maior acumulado de chuva de SC durante o fim de semana Próximo

Mirim Doce registrou maior acumulado de chuva de SC durante o fim de semana

Deixe seu comentário