logo RCN
Chuvas

Defesa Civil disponibiliza R$ 180 mil em itens de assistência humanitária a atingidos pelas chuvas em SC

  • Foto: Divulgação / Rafael Dell Antonia -

Em entrevista à CBN Floripa nesta segunda-feira (20), o gerente de operações da Secretaria de Estado da Defesa Civil, coronel Audrey de Souza, falou que a pasta já disponibilizou em torno de R$ 180 mil em itens de assistência humanitária aos atingidos pelas chuvas do final de semana em Santa Catarina.

Segundo o órgão, 24 cidades catarinenses foram atingidas pelas chuvas, tanto do final de semana quanto das precipitações recorrentes dos últimos dias. O dados da Defesa Civil apontam 117 pessoas desalojadas (estão na casa de parentes ou amigos) e 654 que estão desabrigadas e nesse momento estão em algum abrigo público. Uma pessoa segue desaparecida, e oito municípios já decretaram situação de emergência, documento que prevê atendimento prioritário e liberação de mantimentos e recursos.

Oito municípios que decretaram a situação de emergência são: Passo de Torres, Sombrio, São João do Sul, Balneário Gaivotas, Jacinto Machado Maracajá, Araranguá e Rio do Sul.

O coronel Audrey de Souza explicou qual é a preocupação da Defesa Civil e como os trabalhos estão concentrados principalmente no sul do Estado após a chuva ter dado uma trégua. Entretanto, os avisos meteorológicos seguem sendo acompanhados, monitorados e divulgados pela Defesa Civil e pela Epagri.

”Santa Catarina vem sendo atingida por alguns eventos. Nesse último evento, mais 22 municípios foram atingidos, principalmente no Alto Vale e região da Grande Florianópolis e no Norte do Estado. Em Rio do Sul, estão com seis abrigos abertos. Em Santa Catarina, nós temos 632 desabrigados e 271 desalojados”, disse Souza.

O gerente de operações disse ainda que a condição dos rios é melhor, pois estão reduzindo a sua altura, e a tendência durante essa semana é isso permanecer, porque o tempo está mais firme pelo menos até quarta-feira.

”De qualquer forma, a Defesa Civil Estadual e as defesas civis municipais continuam apoiando as vítimas principalmente com assistência humanitária e na retomada das suas residências. Hoje, a Defesa Civil Estadual já disponibilizou em torno de R$ 180 mil em itens como cestas básicas, kits de limpeza, colchões entre outros. Permanecemos monitorando constantemente a questão climática e emitiremos alertas caso necessário”, disse o gerente de operações.

Temperaturas baixas preocupam

A Defesa Civil monitora as condições do tempo, especialmente em relação às quedas de temperatura.

”Houve um declínio da temperatura, isso eleva a preocupação com relação a parte de abrigamento das pessoas que já está sendo feita, mas de qualquer forma essas temperaturas influenciam na questão de você utilizar kit de acomodação, cobertores, roupas mais quentes e agora nós temos uma condição também de agitação marítima no litoral; mas em termos de chuva, é pouca chuva”, avalia o coronel.

Até esta segunda-feira (20) Rio do Sul foi a cidade mais atingida: 483 moradores precisaram ir para espaços abertos pelo município, como os abrigos disponibilizados. A cidade teve o dia mais chuvoso em oito anos. O registro aconteceu no sábado (18).


Fonte: Cristian Delosantos / NSC Total​

Santa Catarina bate novo recorde de dia mais frio do ano Anterior

Santa Catarina bate novo recorde de dia mais frio do ano

Chuva dá lugar ao sol e temperaturas sobem nesta terça-feira em SC Próximo

Chuva dá lugar ao sol e temperaturas sobem nesta terça-feira em SC

Deixe seu comentário