logo RCN
Guerra

Paranaense morre como soldado voluntário na guerra da Ucrânia

  • Reprodução/ g1 -

Murilo Lopes Santos, um jovem de 26 anos do Paraná, perdeu a vida durante um confronto na guerra da Ucrânia na cidade de Zaporizhzhia.

A informação foi confirmada por sua família ao g1. Murilo havia se alistado voluntariamente às forças ucranianas, chegando ao país em 3 de novembro de 2022.

Rosângela Pavin Santos, mãe de Murilo, relatou que o filho decidiu se alistar devido à sua convicção em defender a Ucrânia após a invasão russa iniciada em fevereiro de 2022. “Ele dizia que era covardia o que fizeram com a Ucrânia e queria defendê-la”, contou Rosângela.

Antes de se alistar na Ucrânia, Murilo serviu ao Exército Brasileiro por um ano e meio em sua cidade natal, Castro, no Paraná. Ele sempre sonhou em seguir carreira militar. Durante suas conversas com a mãe, Murilo afirmava que não pretendia retornar ao Brasil, pois escolheu a Ucrânia para viver.

A morte de Murilo foi comunicada à família na sexta-feira (5), por um colega de combate que enviou uma mensagem ao pai do jovem. 

Rosângela contou que a última conversa com o filho foi na terça-feira (2), antes de ele partir para uma nova missão. Esta é a segunda morte de um paranaense na guerra; outro brasileiro veio a óbito em agosto de 2023.

Fonte: G1

Gasolina e gás de cozinha têm novo ajuste a partir desta terça-feira (9) Anterior

Gasolina e gás de cozinha têm novo ajuste a partir desta terça-feira (9)

Polícia Federal liga Bolsonaro a esquema para desviar mais de R$25 milhões Próximo

Polícia Federal liga Bolsonaro a esquema para desviar mais de R$25 milhões

Deixe seu comentário