Foto: Divulgação

O pequeno laçador Martin Savi Heyse, do CTG Cabanha Ithaio de Santa Terezinha participou do Rodeio Brasileiro de Campeões, na cidade de Querência, em Mato Grosso.

Publicidade

Foram quatro dias de viagem para chegar ao Rodeio, onde participaram os estados da CBTG, Confederação Brasileira de Tradição Gaúcha: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e estados do Planalto Central.

As provas de laço foram realizadas junto com outras provas tradicionais da cultura gaúcha, como gineteadas, provas de rédeas, chasques, jogos tradicionalistas gaúchos e competições artísticas do Fenart, que iniciaram no dia 19 de julho e foram até dia 23.

Martin é integrante da Seleção Catarinense de laço ‘Vaca Parada’, categoria piazinho, onde participam laçadores de 0 a 6 anos representando a 11ª Região Tradicionalista de Santa Catarina. Junto com os companheiros Cristofer Braga, de Tubarão, Otávio Menegaz, de Ituporanga, Gabriel, de Xanxerê, e Davi Ramos, de Laurentino, a equipe de Martin, na categoria, foi campeã brasileira com 48 armadas do total de 50. O segundo lugar foi para o estado de Rio Grande do Sul, e o terceiro para o Paraná.

Outro título conquistado por Martin foi o primeiro lugar na categoria duplas. Nesta etapa Martin teve como parceiro Cristofer Braga, da cidade de Tubarão, os dois laçadores fizeram 19 do total de 20 armadas jogadas. O segundo lugar ficou com o estado de Rio Grande do Sul e o terceiro com o Paraná.

Foram dias de muita emoção e torcida para os estados participantes, pois cada categoria contava pontos para a classificação geral do Rodeio dos Campeões, pontuação está que deixou Santa Catarina em primeiro lugar no ranking da CBTG.

Foram mais de 5 mil quilômetros, 14 dias entre viagem e Rodeio, e Martin volta com o título de maior importância para a tradição gaúcha do Brasil, com apenas 6 anos já tem o vice-campeonato do Rodeio Internacional de Vacaria e dois títulos brasileiros.

A família Savi Heyse agradece às pessoas que acompanharam este sonho, desde as classificatórias regionais, até a viagem ao Mato Grosso. “Pois tivemos o grande apoio de amigos, que unidos formaram o grupo ‘Amigos do Martin’, e também a todos que de muitos lugares estavam torcendo e incentivando à conquista deste título”, agradece a família.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Deixe seu comentário

COMPARTILHAR