Pavarim no momento da prisão/DIC/Divulgação

Foragido da região de Canoinhas, Mauricio Pavarim foi preso na manhã desta sexta-feira, 2, em Itajaí. As circunstâncias da prisão ainda não foram divulgadas. Segundo o delegado regional de Canoinhas, Rui Orestes Kuchnir, toda a investigação e prisão foi empreendida pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas.

Publicidade

De Irineópolis, o acusado de cometer pelo menos três crimes na região foi baleado durante perseguição no dia 10 de janeiro, em Rio do Campo. Mesmo assim, ele conseguiu fugir e estava foragido desde então.

Segundo Kuchnir, Pavarim é acusado de ser o líder de uma quadrilha que cometeu um assalto a uma família em Rio Pretinho, interior de Canoinhas, no ano passado. Na ocasião o restante da quadrilha foi presa. Ainda em 2017 ele e o comparsa Edenilson da Silva teriam roubado um automóvel Ônix em Campo Alegre. Com o veículo eles foram até o interior de Santa Terezinha em um local bastante ermo, onde passaram a morar, fazendo trabalhos esporádicos na lavoura.

A DIC investiga a dupla desde então, até que em janeiro deste ano obteve o endereço dos dois. Como o local era bastante aberto, como um campo de futebol, nas palavras do delegado, houve dificuldade por parte dos cinco policiais da DIC Canoinhas em abordar os suspeitos. Edenilson foi preso sem oferecer resistência. Já Pavarim sacou uma pistola da cintura e ao se ensaiar para atirar contra os policiais foi alvejado. Mesmo ferido ele conseguiu se embrenhar em uma mata e não havia sido mais visto. “No momento começou uma chuva torrencial, que dificultou as buscas”, explica o delegado.

Pavarim deve ser recambiado para a comarca de Canoinhas.

FONTEJMAIS
COMPARTILHAR