Foto: Prefeitura de Mirim Doce

Complementando o trabalho que tem como principais objetivos legalizar e incentivar o comércio de produtos de origem animal e vegetal em Mirim Doce, o vice-prefeito Antônio Carlos Kestring e o residente e diretor municipal Thiago Leite Gonçalves, acompanhados da veterinária responsável pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM) de Taió, Katiane Mueler, realizaram uma viagem de trabalho no dia 12.

Publicidade

O destino: o município de Chapecó, considerado referência em Santa Catarina e no Brasil quando o assunto é o Serviço de Inspeção. “Convidamos a Katiane para nos acompanhar nessa viagem, porque a proposta é trabalharmos de forma cooperada, ou seja, envolvendo também as outras cidades que integram a comarca de Taió”, explica Thiago.

O primeiro compromisso foi uma reunião com a equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, coordenada pela veterinária responsável pelo SIM na cidade, Aline Müller.

Em seguida, eles realizaram três visitas técnicas. Foram ao Mercado Público, na Feira de Produtos Coloniais e Agroecológicos e no Departamento do SIM. “O trabalho desenvolvido em Chapecó é bastante organizado, tanto que a cidade foi a primeira a receber reconhecimento do Governo Federal, estando apta a certificar produtores para o comércio da produção local para todo o Brasil. Fomos, então, em busca dessas experiências positivas”, finaliza o diretor.

COMPARTILHAR